”Grandes Esperanças” – Nota de Conclusão

Fazia tempo que eu não lia uma história assim, bem estilo novelão. Romântica até o fim!

Devo confessar que “Grandes Esperanças” foi uma lufada de ar fresco depois de “Berlin Alexanderplatz”, o que tornou a leitura bem mais prazerosa.

Entretanto, por não estar mais habituada com este tipo de literatura, algumas reviravoltas da trama me soaram “amexicanadas” demais, difíceis de engolir, mas mesmo assim a história continua boa.

Acho que uma das coisas mais interessantes sobre o livro é a vingança que um dos personagens planeja contra o sexo masculino, a qual eu não posso comentar sem dar spoiler, então voltarei a ela mais tarde.

Fora isto, preciso comentar que terminei este livro muito rápido. Acho que a leveza do tema, bem como a clareza e universalidade do texto de Dickens cooperaram para isto, uma vez que trata-se de uma obra bem mais antiga que a de Döblin.

Sem mais delongas, posso dizer que a leitura deste livro foi ultra prazerosa. Só me fez bem!