Tolstói e o ponto de vista canino.

A sensibilidade de Tolstói é notória, bem como seu amor pela vida no interior, pelo contato e harmonia com a natureza. Tanto o é que não surpreende a sua decisão em mudar para o campo. Optar por uma vida simples, sem o glamour de grande escritor reconhecido e aclamado, e acabar por ser um dos inspiradores do movimento de não violência.

perdigueiro-em-acao-de-caca

Algumas passagens de sua vida são pouco conhecidas. Antes de escrever “Ana Karenina”, em 1866, ele fundou uma escola no campo, a fim de atender às crianças das redondezas. Aplicou teorias educacionais diferentes das de então, sendo influenciado por Russeau.

745px-Tolstoi_avec_ses_petits-enfants

Tolstoi e crianças/ Fonte da imagem

Nesta época escreveu para os filhos de camponeses que frequentavam sua escola, diversos contos que incorporou às leituras escolares. Entre as melhores histórias estavam as sobre seus cães, Bulka e Milton (Se tiver curiosidade, você pode conferir “As histórias de Bulka”, livro lançado há alguns anos pela editora 34). Essa semente, essa percepção da vivência animal, não pára por aí e aprimora-se com os anos.

Passa despercebido na maioria das resenhas e comentários que escuto de “Ana Karenina”, um capítulo do romance em que Tolstói altera o foco da ação, e os personagens na caçada cedem lugar a Laska, a cachorra de Liêvin que ganha destaque.

historias-de-bulka-lev-tolstoi-8573263717_200x200-PU6eb48d23_1

Edição brasileira de “Histórias de Bulka”.

Os humanos estão lá, mas num segundo plano sem graça, e o que vemos durante estas páginas é a vida interior do cachorro. Seus raciocínios, pensamentos e sufocos em comunicar-se com seu dono. Ajudá-lo a entender as suas orientações e conselhos para uma empreitada bem sucedida.

Laska está nervosa, Laska discorda, Laska manipula, Laska critica. Laska é um personagem tão importante quanto qualquer outro.

É uma surpresa grata em meio à leitura, essa presença canina. Mais sensível, significativa, e rica do que todos easter egs, das Dineys, Pixar e Dreamworks da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s